Irmãs Franciscanas são homenageadas no centenário de Chapecó

25 de Agosto de 2017
Postado por: Cristine Maraga

Irmã Tereza recebeu a homenagem em nome da congregação

                    

A noite da quinta-feira (24) foi de homenagens a entidades que contribuíram com o desenvolvimento do município de Chapecó durante os 100 anos da cidade. Entre os agraciados estavam as Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora que atuam em Chapecó desde 1942. Uma homenagem às Irmãs pioneiras, que trabalharam na direção do Hospital Santo Antônio por 32 anos.

Irmã Tereza, representando a congregação, recebeu uma placa de reconhecimento. A honraria foi concedida pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, por meio de uma proposição da deputada Luciane Carminatti (PT), em parceria com a Prefeitura de Chapecó. O evento aconteceu no Teatro Municipal do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes.

Além das Irmãs, placas de reconhecimento foram entregues a entidades que protagonizaram ações na educação, saúde, cultura, esporte, meio empresarial, agricultura familiar, cooperativas e comunicação.

Discurso

Ao receber a homenagem Irmã Tereza foi convidada afalar, em nome das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora. Leia abaixo, na íntegra, o discurso:

 

Estimados presentes,

Boa noite, Paz e Bem!

Nós Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora, somos agradecidas pela proposição dessa homenagem, pela deputada Luciane Carminatti, como pertencentes à história de Chapecó.

Queridos chapecoenses, somos presença neste chão há 75 anos. Vimos boa parte de esta vida acontecer. Um filme faz a travessia desse tempo em nossas memórias.

Ao chegarmos por aqui em 1942 do Rio Grande do Sul, a necessidade mais urgente era: saúde, educação e presença missionária.  Desafios que foram assumidos com esmero, o Hospital Santo Antônio e o Colégio Bom Pastor.

Para a época eram atos de coragem e ousadia. A nossa presença com o tempo ultrapassou os corredores e leitos do hospital Santo Antônio, hoje a atual Unimed. Certamente muitas vidas nasceram e foram salvas, pelas mãos que por ali passaram. Peço que, numa singela lembrança, fiquem em pé em nome de todos os profissionais da saúde as Irmãs que ainda vivem e foram coo- fundadoras deste sagrado local de saúde.

Desde o início, fomos e somos presença evangelizadora como franciscanas.

De Chapecó, como missionárias, partimos para o mundo, pois aqui é nossa sede administrativa e, juridicamente, nos chamamos Associação Maria Bernarda.

Atualmente continuamos como presença em Chapecó junto a outras formas de cuidar da vida, saúde e educação.  Ainda há muito que se fazer.

Com nossos indígenas, Ir. Maria Delminda e outras Irmãs passaram a contribuir com o resgate da saúde tradicional indígena, nas aldeias Kondá e Chimbangue.

Investimos e apostamos na educação popular preparando para o trabalho, cuidando do ser humano como um todo, através de projetos sociais junto aos bairros principalmente aos menos favorecidos.

Também é importante conhecer que através dos espaços que temos locado hoje, para o colégio Exponencial e a Fronteira Sul (antigo colégio particular Bom Pastor), a comunidade colabora para mantemos importantes frentes missionárias, além-fronteiras e projetos sociais em vários locais do Brasil.

Além de nós, realizando trabalhos na área da saúde, educação e missão evangelizadora, Chapecó contou ao longo destes últimos 100 anos, com tantas outras entidades e grupos que também ajudaram a construir esta história. Certamente, em seus objetivos, prevalece o cuidado e a defesa da vida em suas formas mais ameaçadas.

Em nome de todas estas entidades, reconhecidas e homenageadas hoje, explanamos nosso desejo de que, para os anos vindouros, Chapecó siga aprimorando seu senso de justiça social, igualdade, distribuição de renda, fazendo acontecer o acesso da população a seus direitos.

Contamos hoje com muitos avanços, porém, ainda temos um longo caminho a percorrer para alcançar o horizonte do outro mundo possível. Precisamos unir as forças em prol das urgências deste momento.

Queremos Parabenizar Chapecó e expressar nosso sentimento de que, todo o desenvolvimento de uma região, além do econômico, possui cultura, valores humanitários, religiosos e, coletivamente, inclui a todos numa sociedade do Bem viver!

Por fim, queremos mais uns 100 anos neste chão sagrado, viver e cuidar da vida! Parabéns!

Obrigada!

Fotos: Carolina Timm e Eliane Taffarel

Compartilhe
esta notícia
Voltar